Auxílio doença será liberado sem perícia

22/03/2020

Devido ao Coronavírus, o governo anunciou que o auxílio-doença deve ser liberado pelo INSS sem perícia.

Os benefícios por incapacidade que são pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social, INSS, serão liberados por meios digitais, sem a necessidade de perícia médica presencial, neste momento de enfrentamento ao coronavírus.

A medida, anunciada pelo Ministério da Economia, visa evitar aglomerações nas agências do INSS e também promete acelerar a concessão de benefícios como o auxílio-doença e o Benefício de Prestação Continuada (BPC) durante a pandemia.

Para o secretário especial da Previdência do Ministério da Economia, Bruno Bianco, esta é uma forma de proteger os segurados e os funcionários do INSS do coronavírus e também contribuir com a manutenção econômica dos trabalhadores que têm direito a esses benefícios nesse momento de desaceleração econômica.

Aplicativo

Bianco explicou ainda que, para isso, o INSS vai receber atestados médicos que comprovem a incapacidade dos trabalhadores brasileiros por meio do seu aplicativo.

Esses atestados também serão avaliados de forma remota pelos servidores do INSS na liberação do auxílio-doença e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) das pessoas com deficiência. O auxílio-doença, por sinal, também será liberado para quem for diagnosticado com coronavírus.

Segurança para os cidadãos

É importante destacar que os segurados não precisam sair de casa, em especial os idosos, evitando, assim, a exposição ao risco de contágio. É possível acessar os serviços direto pelo Meu INSS, no site ou aplicativo para celular.


FONTE: INSS.GOV.BR